E6000 Converged Edge Router

E6000 Converged Edge Router

CCAP™ flexível e atualizável para implantações integradas, DAA e EPON 10G

ARRIS E6000® Converged Edge Router (CER) é a plataforma de acesso convergente por cabo (CCAP™) líder de mercado. Ela oferece aos provedores de serviços a cabo avanços sem precedentes em densidade de canal, eficiência de energia e economia de custo em uma arquitetura redundante integrada, projetada a partir do zero para alta disponibilidade.

Esse projeto avançado possibilita a convergência de todos os serviços (vídeo, dados de alta velocidade e voz) em um único conector físico, oferecendo economia de despesas operacionais e de capital, além de maior eficiência operacional. Os avanços na plataforma estão permitindo aos operadores fornecer mais largura de banda aos assinantes por meio de tecnologias e arquiteturas de acesso adicionais.

Recursos

Os provedores de serviços estão enfrentando vários fatores que levam à necessidade de fornecimento de largura de banda adicional e das tecnologias de acesso habilitadas pelo E6000 CER:

  • Crescimento exponencial das demandas por largura de banda dos serviços de dados de banda larga de alta velocidade, tanto residenciais quanto comerciais.
  • Serviços de vídeo MPEG convergentes na CCAP e substituição de produtos Edge QAM antigos.
  • Migração para serviços de distribuição de vídeo IP.

O E6000 CER possibilita uma abordagem gerenciada dessa evolução com uma combinação de upgrades de densidade somente de software nos módulos existentes, bem como novos módulos para proporcionar ainda mais densidade e tecnologias de acesso adicionais. O E6000 CER é compatível com várias arquiteturas e tecnologias de implantação:

  • CCAP (I-CCAP) integrada para redes híbridas de coaxial e fibra (HFC) tradicionais
  • Arquitetura de acesso distribuído Remote PHY
  • Suporte de Optical Line Terminal (OLT) EPON 10G para Fiber to the X (FTTX).

Os módulos E6000 Geração 2 (Ger. 2) (DCAM-2, UCAM-2, RSM-2 e EPFM) proporcionam densidade de grupo de serviço adicional e taxa de transferência superior:

  • Aumentam substancialmente a densidade do grupo de serviço em relação aos módulos E6000 Geração 1.
  • Facilitam o modelo "pague à medida que cresce" com maior densidade de canal por grupo de serviço, habilitado pela aplicação do DOCSIS® 3.0 Single Carrier QAM (SC-QAM), DOCSIS 3.1 OFDM e licenças de vídeo apropriados.

Para grupos de serviço onde os provedores de serviços desejam implantar ou migrar para FTTX, o módulo de fibra EPON 10G (EPFM 10G) pode ser implantado com o RSM-2 no E6000 CER para dar suporte a portas EPON 10G baseadas em XFP sem bloqueio. O EPFM 10G aproveita os recursos existentes do E6000, bem como DOCSIS Provisioning of EPON (DPoE) versão 2.0 para preservar o provisionamento e as ferramentas de back-office baseadas em DOCSIS.

Detalhes

Observações: as especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Downstream Cable Access Module 2 (DCAM-2)

Os provedores de serviços que estiverem implantando o DCAM-2 em uma arquitetura I-CCAP podem realizar um aumento significativo no total de grupos de serviço por chassi E6000. Além disso, o DCAM-2 dá suporte à ampla implantação de DOCSIS® 3.1 mantendo todos os canais e serviços DOCSIS 3.0 SC-QAM existentes. O uso do DCAM-2 requer o RSM-2, e pode ser implementado via migração no campo. Além de I-CCAP, o DCAM-2 pode ser usado para proporcionar processamento de controle de acesso à mídia (MAC) downstream para habilitar a operação de Remote PHY no E6000 CER com upgrade apenas do software e aplicação de chaves de licença.


Upstream Cable Access Module 2 (UCAM-2)

O Upstream Cable Access Module 2 (UCAM-2) fornece suporte de hardware para operação de DOCSIS® 3.0 SC-QAMs e DOCSIS 3.1 OFDMA. Os provedores de serviços podem implantar SC-QAMs e OFDMA em cada porta física (i.e., cada grupo de serviço upstream) com o UCAM-2. Isso permite taxa de transferência mais alta, com maior eficiência espectral, além de fornecer compatibilidade retroativa para todos os modems atualmente implantados. O UCAM-2 pode ser implantado com o RSM Gen 1 ou Gen 2. O UCAM-2 é a única alteração de hardware necessária para chegar ao suporte DOCSIS 3.1 upstream a fim de complementar o suporte downstream já fornecido pelo DCAM Gen 1. Além de I-CCAP, o UCAM-2 pode ser usado para fornecer processamento MAC upstream a fim de habilitar operação de Remote PHY no E6000 CER com upgrade apenas do software e quando utilizado com DCAM-2, RSM-2 e E6000n RPD.


Router System Module 2 (RSM-2)

O Router System Module 2 (RSM-2) é o coração de um sistema E6000 Gen 2. Permite implantação em massa de DOCSIS® 3.1 nas arquiteturas I-CCAP e Remote PHY, bem como implantações de EPON 10G fornecendo duas melhorias críticas:

  • RSM-2 aumenta a velocidade de mudança do link interno no chassi para cada slot de cartão cliente. Isso permite ao sistema E6000 mudar níveis mais altos de taxa de transferência da entrada para a saída mantendo baixa latência.
  • A combinação de RSM-2 / RPIC-2Q proporciona aumento significativo de capacidade de uplink da interface na rede (NSI), aumentando substancialmente a largura de banda do uplink para aplicações I-CCAP, Remote PHY e EPON 10G EPON.

Ao operar com dois RSM-2s no mesmo chassi, a natureza ativa/ativa de encaminhamento (plano de controle ativo/standby) na arquitetura E6000 possibilita o dobro de capacidade de uplink. O RSM-2 pode ser usado para habilitar a operação de Remote PHY no E6000 CER e habilita a funcionalidade EPON OLT 10G quando utilizado com o EPFM.


Módulo de fibra EPON (EPFM) 10G

O EPFM 10G EPFM é um cartão cliente EPON 10G de 16 portas compatível com 160 Gbps de taxa de transferência sem bloqueio para os slots RSM-2 da configuração ativa/ativa. Os EPFM 10G realizam interface com os slots redundantes do RSM-2 por meio do backplane dual star. Os 10G EPFM fornecem Qualidade de Serviço (QoS) granular e funções de gerenciamento de tráfego além do MAC e agendador EPON 10G. Módulos ópticos EPON 10G conectáveis a XFP são usados para terminação de canais EPON 10G.


E6000n Remote PHY Device (RPD)

A ARRIS dá suporte a três fatores de forma de E6000n Remote PHY Device (RPD):

  • E6000n RPD para o nó OM6000 Fiber Deep
  • E6000n RPD para os nós NC4000 e NC2000
  • E6000n RPD para prateleira Remote PHY

O E6000n RPD possibilita implantações da arquitetura Remote PHY quando implantando em conjunto com o E6000 eCore (Remote PHY CCAP Core).

 TREINAMENTO TÉCNICO – veja os treinamentos sobre E6000 CER disponíveis no catálogo de treinamentos da ARRIS.

Produtos relacionados

C4 CMTS
C4 CMTS
Mais velocidade, mais serviços, mais assinantes, menos CAPEX
C4c CMTS
C4c CMTS
Valor e desempenho inigualáveis do CMTS compacto
Intelligent Channel Optimizer
Intelligent Channel Optimizer
Ferramenta de otimização de canal upstream para o E6000 e C4/C4c
E6000n Remote PHY
E6000n Remote PHY
Módulos de acesso distribuído para vídeo DOCSIS® e QAM
Prateleira E6000r Remote PHY
Prateleira E6000r Remote PHY
Prateleira 2RU com capacidade para até 3 dispositivos Remote PHY Devices (RPDs)
Comutadores IP ICX para DAA
Comutadores IP ICX para DAA
Comutadores Ethernet para CIN Remote PHY